Dicas e Orientações sobre Marketing Digital

Recebi uma ligação de um cliente que é amigo pessoal que estava abrindo um negócio online e ele me disse que não queria contratar uma agência digital, pois sua verba é muito pequena. Ele me explicou que gostaria de orientações e dicas rápidas do que ele poderia fazer… eu disse que tinha inúmeros artigos na internet sobre o assunto “marketing digital”, mas como a busca seria muito abrangente, ele não estava conseguindo uma resposta objetiva e me perguntou se eu poderia ajudá-lo.

A primeira coisa que lhe respondi é que algo que se aprende em uma vida, não se ensina em um artigo, mas que eu tinha entendido sua necessidade e me propus a lhe escrever por e-mail, questões importantes e básicas que ele deveria se atentar para prosseguir com ações de marketing digital.

Tendo em vista que o negócio dele seria um comércio eletrônico no segmento da construção civil (varejo online para o consumidor final), eu organizei algumas dicas sobre vários pontos, começando pelo consumidor, passando pelo e-commerce, conceitos de comunicação e canais de distribuição de conteúdo.

Se você já tem um negócio online ou pretende abrir algo, listei algumas dicas e recomendações sobre marketing digital que aprendi aos trancos nessa minha empreitada frente à Making, que já dura mais de 15 anos.

Minha primeira recomendação é que você comece planejando tudo, pois o planejamento é primordial, além disso, confira a seguir:

 

O Consumidor

Estabeleça nichos e defina sua(s) Persona(s)

Não somente para marketing digital, mas para qualquer ação de comunicação é preciso saber para quem estamos comunicando. A persona é uma “pessoa fictícia” que representa seu cliente ideal, aquele para quem você quer oferecer seu produto/serviço. A criação das personas devem ser baseadas em dados verídicos sobre os comportamentos e as características do seu cliente ideal, se é um homem, uma mulher, sua idade, suas histórias pessoais, o que as motiva, quais as suas pretensões, objetivos, desafios e preocupações.

Quando se cria personas, o trabalho de comunicação fica muito mais fluído, pois você saberá exatamente com que está se comunicando, é mais simples se comunicar com a persona do que com a massa.

Pense no receptor antes de começar uma comunicação:

“Comunicar não é o que sai da nossa boca, mas o que entra no ouvido do outro”
Antes de iniciar sua comunicação seja ela dentro do seu site, por e-mail, rede social, no Google, entre outros, pense antes no seu público alvo, respondendo as perguntas abaixo, você vai conseguir entender onde, como quando e quais mensagens deverá comunicar e o que poderá oferecer:

  1. O que ele(a) vê?
  2. O que ele(a) ouve?
  3. O que ele(a) Pensa e Sente?
  4. O que ele(a) Fala e Faz?
  5. Quais são as dores?
  6. O que ele(a) quer?

 

Humanize, personifique a sua marca

Tente humanizar a sua marca criando um “tom”, uma “voz” a ela. Existem excelentes exemplos deste tipo de “tom” na internet atualmente. Redes sociais da Netflix, Magazine Luiza e Ponto Frio são ótimos exemplos de humanização de marca.

Quer dicas de personificação para um a marca?

Crie regras que organizem a estrutura da comunicação da voz e imagem da marca, como por exemplo:

  • Defina o “tom de voz”;
  • Defina um grupo de palavras e termos que se repetirão;
  • Defina gírias e regionalismos;
  • Defina formas de argumentar;
  • Defina referências que ela usa ao falar;
  • Use citações e autores que ela admira.

 

O que seu e-commerce deve ter e como deve ser:

  • Organizado (categorização)
  • Variação do mix de produtos;
  • Responsivo (Amigável c/ mobile);
  • “Encontrável” principalmente no Google;
  • Conteúdo relevante;
  • Títulos e descrições de acordo com conteúdo;
  • URLs Amigáveis;
  • Dê detalhes (online a compra deixa de ser tátil);
    • de forma objetiva, sucinta e ilustrativa;
  • Imagens de qualidade;
  • Fotos do item e fotos dos detalhes do item;
  • Opções de cores;
  • Opções de tamanhos;
  • Tabela ilustrativa de medidas (se for preciso);
  • Diversos meios de pagamento e parcelamento;
  • Frete Grátis e entrega rápida;
  • Canal de atendimento ativo;
  • Benefícios, vantagens, promoções e descontos;
  • Possibilite avaliações;
  • Disponibilize avaliações;
  • Mensure, adicione, pelo menos o script do Google Analytics e acompanhe os dados.
  • Não faça o consumidor pensar
    • Tenha conteúdos, textos, botões e funções autoexplicativas.

 

Leia também:

 

 

Tenha um blog

Comece uma estratégia com a criação de, pelo menos, 1 conteúdo por semana, mas pense estrategicamente sobre o tipo de conteúdo que irá escrever.

Sobre a plataforma, segue uma recomendação pessoal de quem já desenvolveu blog em diversos frameworks: use o WordPress como plataforma;

  • Tenha um objetivo claro para cada publicação;
  • Defina seu calendário de conteúdo;
  • Conteúdo para todas as etapas da jornada de consumo;
  • Estimule seu público a interagir;
  • Responda todos os comentários;
  • Crie uma lista de leitores e informe-os a cada novo conteúdo;
  • Tenha bons títulos e subtítulos (Heading tags (H1, H2…));
  • Pense na Palavra-chave principal de cada página;
  • Tenha conteúdo original e não copiado;
  • Conteúdo escaneável, de fácil leitura;
    • Quebre-o em vários blocos para primeiro ser visto, depois lido;
  • Seja pessoal;
  • Mantenha a frequência;
  • Mensure os resultados e faça ajustes baseados em suas análises.

 

Crie Conteúdo Relevante

Quando seu público alvo não o conhece ou conhece pouco seu negócio/loja/marca, mostre conteúdos genéricos e diversos, relacionados a sua área de interesse, isso irá atraí-los não por quem você é, mas pelo seu conteúdo relevante.

Minha recomendação para ações de marketing digital é que crie conteúdos de forma cíclica, inciando com conteúdos genéricos, sobre problemas em comum do público alvo até conteúdos mais técnicos relacionado ao mesmo produto/serviço/assunto, por exemplo, se o objetivo final é vender parafusadeiras, comece com dicas de troca de parafusos espanados ou truques para não deixar os parafusos espanarem, depois passe por um conteúdo mais específico sobre “parafusos de ferro, latão ou aço, quais os melhores?”, e assim por diante, finalizando com um conteúdo do produto desejado, por exemplo: “por que a sua parafusadeira tem que ser da marca X”. Minha recomendação é a criação entre 8 e 12 conteúdos cíclicos para cada produto ou serviço que você deseja vender.

 

Como deve ser seu conteúdo

  • Estratégico;
  • Objetivo;
  • Frequente;
  • Criativo;
  • Relevante;
  • Multimídia (textos, vídeos, áudios, gráficos, desenhos, imagens…) e multi-etapas (cíclicos, desde um problema, solução, avaliação, até a venda);
  • Original (jamais duplicado/copiado);
  • Mensurável.

 

Distribua o conteúdo criado

Distribua conteúdo nas redes sociais, no Google, por e-mail, em outros sites e blogs; de nada adianta criar um conteúdo se ele não alcançar as pessoas relevantes.

 

E-mails

Dicas e orientações para comunicação por e-mails

  • O primeiro passo para o consumidor lembrar da sua marca é deixar claro que a marca não esqueceu dele;
  • Crie um relacionamento com o seu cliente;
  • Crie seu próprio mailing;
  • Não compre listas de e-mail;
  • Segmente seu mailing;
  • Use uma ferramenta adequada para disparar;
  • Crie fluxos de nutrição para toda jornada de consumo;
  • Atualize os fluxos de acordo com cada época, estação ou períodos que tenha relação com seu negócio;
  • Explore a exclusividade (ex.: “só por e-mail”);
  • Explore o senso de urgência (ex.: “é só hoje”);
  • Explore o campo “assunto”;
  • Explore datas cruciais;
  • Mande um e-mail personalizado de aniversário;
  • Explore dicas, orientações e recomendações do que deve ser feito;
  • Explore dicas, orientações e recomendações do que deve ser evitado;
  • Envie conteúdo não comercial mas que tem relação com as personas;
  • Mande e-mails incluindo dicas e orientações usando o produto/serviço que a pessoa já comprou;
  • Dê condições especiais de compra;
  • Seja pessoal;
  • Mantenha a frequência;
  • Mensure os resultados e faça ajustes baseados em suas análises.

 

Buscadores

Dicas e orientações para buscadores, links pagos e não pagos

  • Seja encontrado;
  • Seja encontrado na primeira página;
  • Seja encontrado na primeira página principalmente no Google;
  • Invista nos Links patrocinados do Google;
  • Seja encontrado nas buscas a partir de smartphones;
  • Tenha um site amigável com smartphones;
  • Tenha um site com títulos, descrições e Heading tags;
  • Tenha um site com carregamento rápido;
  • Tenha um site que seja amigável com smartphones;
  • Tenha um site com conteúdo em formatos diversificados;
  • Otimize seu conteúdo para buscas por voz;
  • Combine links pagos com links orgânicos;
  • Estruture e organize seu site para buscas locais e por voz;

Para as campanhas de links patrocinados:

  • Defina um objetivo claro;
  • Trace metas para atingir seu objetivo;
  • Defina o investimento necessário para atingir suas metas;
  • Estude personas e concorrentes;
  • Organize campanhas, grupos de anúncios e palavras-chave;
  • Separe as campanhas para os dispositivos móveis;
  • Crie grupos de anúncios para grupos específicos de palavras-chave;
  • Negative os termos que não são de seu interesse e que consomem sua verba (acompanhe isso diariamente);
  • Compre as palavras-chave corretas, foque nas melhores taxas de conversão, em palavras-chave de cauda longa e deixe as palavras-chave de grande volume e genéricas para a indexação orgânica;
  • Acompanhe, analise e entenda quais os exatos termos digitados pelos consumidores quando fazem uma busca, por exemplo: sem cedilha, sem o acento. Se você não souber como seu cliente faz a busca, a chance de ter bons resultados é reduzida. Enfim, não fique bem posicionado para uma palavra-chave que ninguém procura;
  • Saiba quais são as melhores palavras-chave, os melhores grupos de anúncios, os melhores locais, dias e horários para anunciar;
  • Mensure os resultados e faça ajustes baseados em suas análises;
  • Tenha paciência.

 

Redes Sociais

Dicas e orientações para redes sociais

  • Atenda e relacione-se;
  • Pesquise seu consumidor;
  • Explore particularidades de cada;
  • Explore Hashtags;
  • Distribua e compartilhe conteúdo;
  • Estimule interações e perguntas;
  • Não compre Likes (publique bons conteúdos);
  • Seja pessoal;
  • Mantenha a frequência;
  • Mensure os resultados e faça ajustes baseados em suas análises.

 

Facebook

  • Defina o Tom (a voz) da Marca;
  • Humanize sua marca;
  • Responda imediatamente;
  • Estude seu concorrente;
  • Segmente seus anúncios idade, sexo, idioma, faixa de renda (não existe mais essa opção), interesses, base de e-mails ou telefones, lookalike, ponto de venda, retarget;
  • Suba sua lista de emails/tels;
  • Explore o público Lookalike colocando-o, comumente, no topo do funil;
  • Faça retarget;
  • Impulsione publicações estratégicas;
  • Mensure os resultados e faça ajustes baseados em suas análises.

 

Tráfego de Referência

Aumente seu tráfego de Referência e tenha como principal objetivo: Aumentar sua audiência e melhorar posição nos buscadores;

  • Aproveite a autoridade e audiência do referenciador (a questão aqui é a qualidade dos referenciadores e não a quantidade;
  • Fique atento ao tipo de público (nicho coerente com sua marca);
  • Pergunte-se: Eles despertam o interesse da minha audiência?;
  • Links que direcionam visitas ao seu site, blog, e-commerce;
  • Menção de seus produtos ou marcas;
  • Guest posts para atingir o público da referência (produza conteúdos (dentro do contexto) em outros blogs);
  • Explore sites de parceiros;
  • Escreva comentários estratégicos e relevantes em outros blogs;
  • Seja ativo nas redes sociais.

 

Influenciadores Digitais

Dicas e orientações sobre influenciadores digitais – Principal objetivo: Expansão de seu público;

  • Aproveite a autoridade e audiência do influenciador;
  • Fique atento ao tipo de público;
  • Verifique se o nicho é coerente com sua marca e se eles despertam o interesse desses seguidores para comprar seu produto e converter em vendas;

Como trabalhar com influenciadores digitais

  • Divulgação de seus produtos nos perfis pessoais:na divulgação de produtos você envia um produto da sua marca, como forma de presente, e o digital influencer posta em suas redes sociais sobre.
  • O Stories TakeOver: é quando um digital influencer assume o perfil da sua marca fazendo promoções cruzadas, por exemplo, para cobrir um evento especial dando dicas e compartilhando momentos no Stories da sua marca;
  • Mas e se o investimento de capital for reduzido? Construa autoridade “dentro de casa”. As recomendações não precisam vir de uma pessoa famosa. A editora de moda da própria empresa pode ser autoridade, ou talvez uma pessoa da área de atuação, da faculdade mais próxima, que saiba e domine o assunto e produza conteúdo relevante.

 

Artigos que recomendo a leitura:

 

Se você tem dúvidas ou sugestões sobre marketing digital, por favor, coloque-a nos comentários!

Postado por Gustavo Matarazo

Estrategista de Marketing digital focado em resultados. É formado em Comunicação e Pós-graduado em Marketing Digital e negócios interativos. É diretor na Making TI e Web desde 2001, onde acumula cases para empresas dos mercados BtoB e BtoC.

15 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
Mirela Antonia
1 ano atrás

gostei do site e Adorei suas dicas. vao me ajudar muito

De uma olhada no meu site

leandro higuara
1 ano atrás

gostei muito do seu site. conteúdo muito interessante

Fernando Cruz
1 ano atrás

Olá, bom artigo, espero mais dicas! Estou começando agora e você está me ajudando com suas dicas, abraços.

Érica Martins
1 ano atrás

O marketing digital está sendo um milagre em minha vida a cada dia que passa.
Já comprei meu carro, minha casa…
Torso para que se expanda cada vez mais para mais pessoas.
Parabéns pelo blog que transmite essas ricas informações.
Não deixe de dar uma olhada na minha página também.
Abs, bjs.

Érica Martins
1 ano atrás

Olha eu passando aqui de novo rs.
Estou acompanhando os conteúdos em.
Não deixa de passar na minha página também.
Abs, bjs.

Joaquina Ferreira
1 ano atrás

Adorei o post!

Aprender a maneira correta de como trabalhar como afiliado digital profissional vale muito a pena.

Wanderson
1 ano atrás

Gostei muito do seu post, o conteúdo além de ser bem explicado tem me ajudado muito, vou acompanhar mais suas postagens.

Dhanilo Bacellar
1 ano atrás

Obrigado. Foi de grande ajuda para mim 🙂

Fernanda de Oliveira
9 meses atrás

Parabens Pelo Conteudo de Qualidade Acompanho seu Blog Sempre

Scroll to Top

© 2021 Making TI e Web. Todos os Direitos Reservados.


Notice: ob_end_flush(): failed to send buffer of zlib output compression (0) in /home/makingnet/public_html/wp-includes/functions.php on line 3783